O que são Cidades Inteligentes?


De acordo com o relatório "World Urbanization Prospects", até 2050 cerca de 66% da população mundial viverá em centros urbanos, o que equivaleria a 6 bilhões de pessoas já em 2045. Com o aumento populacional nesses centros, cresce a demanda por soluções inteligentes de infraestrutura, otimização de recursos e melhora na qualidade de vida. Hoje a vida nas grandes cidades está intrinsecamente ligada à implementação de tecnologias e soluções inteligentes aos diversos níveis organizacionais dos centros urbanos. É necessário que as cidades se tornem inteligentes. O desafio de se tornar uma Smart City está dado a todas as grandes metrópoles ao redor do mundo, e sua importância cresce principalmente nos países em desenvolvimento que podem aproveitar o momento para tentar corrigir problemas de infraestrutura históricos.

Ser uma Smart City significa usar tecnologias, tais como Internet das Coisas (IoT, em sua sigla no inglês), Big Data e Governança Algorítmica, para melhorar a eficiência de espaços urbanos, tornar a cidade mais sustentável e aumentar a qualidade de vida da população. Nos últimos anos, essa ideia vem tomando força e redefinindo os projetos de urbanização de diversas cidades, entre elas: São Paulo. Como uma das maiores metrópoles da América Latina, a capital paulista está bastante preocupada com o tema e tem tomado as ações necessárias para implantar uma solução SMART CITY. Mas, essa preocupação não é exclusividade das grandes cidades. As cidades do interior de São Paulo e de outros estados do Brasil também estão atentas e preparando-se para ser Smart Cities.

Uma cidade inteligente é capaz de administrar de forma precisa e resolver problemas em todas as áreas. Veja o quadro a seguir:

Conheça a Solução SMART CITY OXMAN em www.oxman.com.br/smart-city

#cidadesinteligentes #cidadeinteligente #smartcity

  • icone ATENDIMENTO
  • Área de Cobertura Oxfiber
  • icone blog
  • Parler-Logo_edited
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube